Um lugar no mundo

Na imensidão do seu olhar 
sentimentos que não podia contar,
mais um dia esperando
já me via rezando.
Serão várias horas sozinho
eu e as paredes tão brancas,
elas não sabem fazer carinho
sempre tão francas.
Veneno no meu bombom
estou daqui pra frente almadiçoado,
falo sozinho em bom tom
mas tenho soluço congelado.
Se pra você não faz sentido
para mim tão pouco,
penso que estamos em perigo
e acho que ficarei louco.
Quem não atravessaria o mundo
em busca de felicidade,
tem um caráter imundo
ou nenhuma credibilidade.
Related Posts with Thumbnails

Caminho do sorriso

Se eu vejo ela sorrindo
me dá vontade de viver
ela mexe naquele cabelo
que meus dedos deveriam ter.
Cair de para-quedas
no seu melhor dia
fugir em um barco a velas
tudo que eu mais queria.
Em cada nuvem, cada folha
sabão e sopro, uma bolha
está ali o seu olhar
um brilho antes de estourar.
Uma esperança ou pena leve
caiu da árvore, do seu ninho
sua dança ao vento serve
quem saberá nosso caminho?
Related Posts with Thumbnails

Pressuposto

Busquei o dicionário primeiro, para não iniciar falando tantas bobagens, e encontrei definições de 'arrogância' como sendo uma mistura de orgulho, insolência e altivez. Arrogância como sendo um sinônimo de presunção.
Lendo aqui, vivendo ali, vendo acolá e me parece que o nossa arrogância se mostra quando olhamos algo de dentro de nosso esteriótipo, seja lá em qual situação nos apresentemos, nós nos empoderamos de um diploma feito com orgulho e um cajado de descaso.
Não precisamos de muito. Basta entrarmos em nosso banheiro. Abrimos a porta como se ninguém pudesse estar lá dentro, utilizamos a pia, o vaso sanitário ou o chuveiro com total confiança que nosso conhecimento empírico nos deu. Mas acho que a palavra não existe para ser empregada nestas circunstâncias.
Moro e trabalho em um bar. Um bar simples e quase dos mais simples que poderá encontrar nos km que o cercam. Um perímetro que deve concentrar mais de vinte bares sem ter que andar mais de cinco minutos com um carro. Ou seja, muitos bares pertinhos, mas nem por isso iguais. São bares com intuitos diferentes, clientes diferentes e que oferecem serviços diferentes.
O bar do Carlão, quadras acima, oferece comida caseira até altas horas da madrugada. O bar Copo Sujo tem os melhores espetinhos de carne da cidade. E assim seguimos, de bar em bar, um com uma bela costela assada, outro com música ao vivo, outro te recebe com garçons que parecem advogados, outro tem uma área descoberta com sacada e uma boa vista da cidade e assim segue.
Dentre tantos bares não deve haver muito em comum entre todos além de estarem aberto ao público. Não compartilham preços, horários de funcionamento, cardápios ou aparência. Não são como o seu banheiro.
A arrogância começa quando você age na iniciativa de que pode agir como se estivesse no seu banheiro, mesmo estando em um local no qual nunca foi.
Tenho marcas nos panos, que valem mais do que ganho em três meses, de batidas de bolas contra eles; tacos partidos por serem batido com força contra o chão; bolas arranhadas e lascadas por terem sido atiradas contra o chão ou a parede, mesas manchadas por cerveja que foi deixada acima das mesas, problemas nos encanamentos por objetos jogados nas pias, vasos sanitários que já entupiram e não quero pensar no que lhes foi atirado, mesas e cadeiras quebradas por uso inadequado, algumas centenas de copos que viraram cacos e muitos litros de desinfetante para limpar seja lá o que fazem com o chão.
Tudo isso tem o mesmo nome, arrogância. Related Posts with Thumbnails

Eleitos em 2014


Este comentário está em uma postagem do perfil do Estadão no Google+. Não acredito que seja original dele, só copiei para não reescrever e só vou comentar pois já li ela demais.
Related Posts with Thumbnails

Valor do tempo

Tive uma conversa interessante ontem. O valor de serviços não remunerados e dos meus erros.
Eu pedia coisas para uma pessoas que mora comigo e nunca dava o devido valor, ontem, depois de pedir algumas coisas entramos em uma discussão para por logo um fim à esta incógnita.
Pensava eu que como a ajudava financeiramente seus trabalhos que não eram contabilizados eram menores do que minha ajuda financeira. Mas, eu não trabalho porque quero e quando quero, não é em um emprego edificante e realizador, portanto se ela também não iria trabalhar por vontade própria nos serviços que faria (como varrer a casa ou lavar a louça) teríamos apenas que quantificar um valor para o trabalho dela e pronto. Teríamos como resultado uma dívida minha, caso eu esteja a ajudando financeiramente de forma inferior ao trabalho dela, ou uma equidade, em que ela poderia se sentir fazendo por merecer a ajuda que recebe, não tendo sido nada grátis.
Como ela trabalho recentemente em um serviço parecido em um restaurante achei conveniente pegar a remuneração dela lá como modelo.
Certo que trabalhar seis horas noturnas para um estranho sem qualquer estabilidade de que terá o emprego na próxima semana não é tão lá equivalente quanto a fazer serviços domésticos para o ambiente onde reside, mas era o que eu tinha.
Related Posts with Thumbnails

Temas de hoje







  • Quer pagar meia entrada e não é estudante (válido para o PR), doe sangue (ES, MT)
  • Não somos responsáveis pelo seu veículo no nosso estacionamento! Sei, sqnné.
  • Mr. Hankey
  • Cura para a Dengue




Related Posts with Thumbnails

Eu por P. S.

"Um moço com traços fortes, parecido com as pessoas do Iraque e região.

Altura boa, porte físico legal, no ponto.

Fica melhor com um pouco mais de cabelo e barba. Da uma ar de homem mais velho, tipo Christian Grey.

Andar leve. Voz não muito forte e uma leve lingua presa.

Adoro conversar com ele. Não parece fingir. Realmente escuta. Sensível, algo incomum em homens. Enjoado pra comida, não tem cara de ser facil agradar em relação a comida. Perguntador de mais. Questionador. Não tem medo de trabalho. Aparentemente um bom leitor. Escreve bem! Se expressa bem. Cativante. Um bom amigo, daqueles q se pode contar nas horas tristes dificeis e nas alegres tambem.

Dono de um coração imenso! Valoriza oq tem. Humilde.

Ele pode facilmente te irritar qndo se esta na TPM. Não cozinha. Facilmente manipulado pelo sexo feminino.

Anti social. Fresco de mais.

Gosta de cachorros e [...]."
Related Posts with Thumbnails

Entre humanos



É um lugar cujo qual nunca entrei, não reparei o suficiente para descrever.
Pedi uma coxinha, depois do dia anterior apenas com um pão pela manhã eu resolvi que precisava mastigar algo, o gosto amargo da discussão na mesa, a sensação de uma briga que só tinha como sentido me ofender. Sentei em um dos lugares vagos.
Dois senhores chegam ao estabelecimento. Um pede um copo de café, conta as moedas, paga, espera um pouco e é atendido.
O segundo mira atrás do balcão de vidro, latas de refrigerante, o atendente pergunta se ele quer algo.
_Quero uma coxinha, mas não quero um refrigerante inteiro, só um copo.
O atendente nada responde, ambos sabem que ali não se vende apenas um copo do que estão vendendo em latinha de 350 ml. Mas ele continua.
Related Posts with Thumbnails

Feliz Natal



Eu sou hétero? Você sabia? Bom, não sei o motivo mas isso já não me parece tão óbvio que não precise ser dito.
E fui casado cinco anos com uma menina. Dos 19 aos 23.
Ela era boa mulher, machista, tradicionalista, professora, pedagoga, duas graduações, um mestrado, quase foi freira, nordestina, criada sem os pais, acho que a vida testou ela e aprovou.
Veio morar comigo meio que a contra gosto meu, eu não queria nem namoro, quando me vi estava perdido em vários, problemas. Havia outros que eu queria resolver, acabei sem resolver nenhum.
Ela não morava na minha cidade, logo, para morar comigo, ficou desempregada. Desempregada de seu emprego em escola particular e outro concursado em escola pública.
Mas ela já parecia estar acostumada a esperar, acostumada com tempos ruins.
Ela ficou, eu deixei.
Como mulher machista que era tolerava minha raiva, minha raiva vinha do descontrole para com a minha vida. Mas em casa ela agia conforme todo estereótipo que se possa imaginar, tudo limpo, comida pronta.
Não posso dizer que não gostava, nem que gostava, eu não a amava. Cinco anos sem dizer isso a ela, sem dizer isso a ninguém.
Eu, desde o primeiro ano, ensaiava fugir de casa. Fugir dela, fugir de mim, da minha vida.
Ficava até tarde fora, dormia fora se possível. Achava ruim o dia de trabalho demorar em acabar, achava ruim quando acabava.
Foi assim todos os anos, querendo a tornar independente para que ela, cansada de mim, possa ir. Ela querendo continuar dependente e dividindo as atividades, fazendo a parte dela e pedindo para que eu fizesse a minha. O tempo passando e as coisas melhorando.
O primeiro ano foi difícil, com ela desempregada e comigo ganhando pouco. No segundo ela conseguiu um meio emprego, professor tem disso de trabalhar só meio dia. No terceiro já conseguiu um emprego e meio, estávamos ficando bem financeiramente, mas ela trabalhava o dia todo mesmo, até à noite, e eu era o mototáxi dela.
No quarto o terreno que colocamos dinheiro já estava virando casa, o esforço em fazê-la dirigir já tinha se transformado em um carro para ela, a casa já tinha vários móveis novos.
Related Posts with Thumbnails

GBBD Banco do Brasil

Utilidade Pública - Como remover o GBBD Banco do Brasil do Chrome

1. Aperte as teclas Windows+R e no Executar digite: %localappdata% e pressione Enter.
2. Na janela que for aberta, localize e exclua a pasta "Gas Tecnologia" com Shift+Delete.
3. Reinicie o Google Chrome.
4. Volte a ser feliz Related Posts with Thumbnails

Ter a pia


Eu: Você não tem violão?
Ela: ainda ao mas vou comprar um
Eu: Não gosto mais de você.Está escrito baterista no teu perfil. A bateria você tem?
Ela: kkkkkkkkkkkkkkkk
toco bateria violao
mas tenho que comprar
Eu: Que sem graça. Ao menos um microfone?
Ela: kkkkkkkkkkk
cala boca
temos um estudio completo
mininu chato
kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Eu: A, qualé, que cantora-baterista-violãonista mais meia boca.
Ela: teu cu
pelomenos eu nao canto so no banheiro
seu chato
vai lavar a louca
Eu: Está brava de verdade?
Related Posts with Thumbnails

Pessoas compliacadas

E tu, tens alguém em vista?
Para sexo?
É.
Se eu perguntei demais só dizer: Não é da sua conta.
Sempre tem alguém em vista para sexo. O problema é aceitar as condições. Tem gente querendo casar, tem gente querendo mandar em mim, tem gente querendo que o ego seja massageado... tem de todo tipo. Gente que mora longe demais, que briga, fala alto, canta, faz jogos, não tem coragem, indecisas, comprometidas...
Vixi, não tem ninguém que quer só ver no que dá?
Related Posts with Thumbnails