Pensares

Pensar é como não lembrar-se de si
É o poder da auto- extinção
fazer sumir num trabalho escrupuloso,meticuloso
obcessivo e faminto de todas as outras possíveis
obcessões.Pensar é o que traz um alívio
um alento ,o satisfazer de um vício de um bicho
mas teriam os bichos vícios?estariam cheios (os bichos)
de nossos venenos (os bichos) e nós(bichos?) estariamos cheios?
Pensar é chegar ao infinito que é o nada,que não é nada,que é apenas
puro gozo ou emoção ou azul de ser nada e tão nada de si mesmo.
A questão ainda.Qual será a questão?A questão errada?Erros novos?
pesadelos?Vi um bicho apenas e não me lembro direito se foi na escuridão ou não.
Lembro apenas do silêncio que se fez depois.Lembrei de todos os homens do tempo.
E vi que alguém pintava de branco todos os muros do mundo. Related Posts with Thumbnails

Um comentário:

Zikas Tobiatroz disse...

Na minha opinião tu fechas o texto e para comentar não como não sentir este peso..

Acelerar costuma me fazer pensar,
relaxar costuma me fazer pensar,
refazendo penso mas nunca pensei
em modos de como desfazer.
Acho que vimos a mesma pessoa.